Lingerie

17/07/2019 / 2 anos atrás

A evolução da lingerie

A evolução da lingerie

Dia 28 de Julho é celebrado o dia da lingerie. E você deve se perguntar, porque existir um dia para a lingerie? Hoje nós vamos contar um pouquinho da história dessas peças que já sofreram diversas transformações e trazer várias curiosidades bem legais que com certeza você vai adorar. Vamos lá!

Desde sempre a moda muda com o passar do tempo, as vestimentas femininas e masculinas sempre passam por transformações e com as lingeries não seria diferente. Conforme as necessidades das mulheres foram mudando suas roupas íntimas tinham que acompanhar a evolução e como você já deve imaginar, elas não deixaram a desejar em nada.

Além disso as lingeries também servem como peças que ajudam a ditar o tipo de corpo ideal. Não pense que nossas lingeries bonitinhas e pequenininhas sempre foram assim, quando a moda eram seios pequenos os sutiãs faziam o papel de pressiona-los, quando a cintura devia ser fina surgiram os espartilhos, e hoje que queremos conforto e versatilidade temos as calcinhas básicas e os sutiãs de sustentação.

Mas não vamos mais enrolar, você já deve estar curiosa, não é mesmo? O século 20 foi onde toda a evolução aconteceu, então vamos começar por ele:

Revolução da lingerie  - Século 20

Para o mundo da moda o século 20 é marcado pela revolução das lingeries e do comportamento feminino. Foi nessa época que surgiram as lingeries para o dia, para a noite, as lingeries confortáveis e as sensuais. Além disso, ele é marcado também pelo avanço da tecnologia, ou seja, os materiais se tornaram cada vez melhores e mais diversos, permitindo a maior variedade de modelos, peças com modelagens mais criativas e com muito mais qualidade para nós mulheres.

Logo quando começou o uso de roupas íntimas as peças eram grandes e largas, se assemelhavam a calças e os mais sensuais eram parecidos com longos vestidos. Após isso começou o uso das anáguas, onde o principal objetivo era levar maior volume aos quadris. As cores eram sempre claras em tons de branco e nude.

Espartilhos: 

O corpo da mulher começa a ser visto com mais feminilidade e o padrão de cintura fina e seios maiores começa a se espalhar. E a partir disso surgem os espartilhos, eles pressionam a cintura e levantam os seios, projetando sobre o decote e assim criando a impressão de que são maiores.

Podemos ver que as peças ainda cobram boa parte do corpo, porém ficaram mais justas e começaram a valorizar as curvas da mulher.

As peças ficam cada vez menores: 

Você sabia que as lingeries começaram a se encurtar por causa das guerras? Com os homens em guerra muitas fábricas passaram a contratar mais mulheres, criando a necessidade de serem mais ágeis e terem maior liberdade de movimentos. As calças que eram utilizadas deram lugar a calçolas e os sutiãs ganharam bojo para sustentar melhor os seios. A feminilidade não foi perdida e detalhes em renda e fita começaram a surgir.

A era Pin-up:

Em 1960 a renda ganha força total e a transparência começa a aparecer. As calcinhas e sutiãs ganham cada vez mais sensualidade e o surgimento das era pin-up leva um novo significado as lingeries. Agora as peças que antes eram clarinhas, largas e ficavam escondidas começam a aparecer em tons de preto, são mais justas e sexys começam a ser usadas á mostra como parte do look. Isso mesmo, foi em 1960 que a tendência de lingerie à mostra surgiu e começo a fazer sucesso.

1970 – 1990:


Foi quando as lingeries realmente começaram a ter tamanhos bem menores como os que usamos hoje em dia. Além disso o conforto também começou a ser visto como ponto principal na hora de comprar uma lingerie de qualidade. A diversidade foi crescendo cada vez mais, as modelagens se tornavam cada vez mais modernas, mais cores foram se tornando tendência e fazendo parte da paleta de cores de calcinhas, sutiãs, camisolas e shorts doll. Já existiam modelos para todas as idades e para todos os gostos.

Os dias atuais:

As lingeries ganham cada vez mais qualidade e tecnologia para aumentar o seu bem-estar. Podemos ver que as lingeries mudaram bastante durante todo esse tempo, mas você notou como as tendências também estão sempre voltando?

Hoje os espartilhos são um dos produtos mais sensuais entre as lingeries e oferecem muito mais conforto para você aproveitar o momento a dois.

As cores pastéis que estão super em alta também são referência aos tons de nude usados no início do século 20, o mesmo podemos ver nos tons de neon que fizeram sucesso durante a era disco e hoje voltam com tudo.

As estampas como o poá e listras também é mais uma das relíquias tiradas do fundo do baú, remetem muito ao estilo clássico dos anos 60 e mesmo assim ainda são sucesso total.

E será que podemos dizer que estamos vivendo em uma nova era pin-up? As lingeries cada vez mais aparecem como destaque nos looks e em visuais super modernos e elegantes, mostrando que as lingeries também tem seu lado sofisticado e não apena sensual.

E aí, o que achou deste túnel do tempo? De toda essa história das lingeries qual faz mais o seu estilo, o básico e larguinho do início das lingeries, a sensualidade dos espartilhos ou a ousadia das pin-up? Conta pra gente e não se esqueça de compartilhar com as amigas!

Conta pra gente o que achou!

1 comentário

26/11/2020 12:35

REJANE ALVES SAMPAIO disse:

Amei a matéria. Vendo moda intima e quero fazer posts usando algumas informações sobre a história da lingerie estou lendo várias matérias.

Deixe seu comentário

Comentário

Nome

E-mail

Quanto é 0 + 5?

NEWSLETTER

Digite seu e-mail

Não se preocupe, também não gostamos de SPAM :)

A evolução da lingerie - Blog de Lingerie e Moda Intima Online | MIMAR

Rua Presidente Raul Veiga, 162, Olaria - Nova Friburgo - RJ CEP:28.623-460 - Telefone: (22) 2533-5397